domingo, 1 de agosto de 2010

A formação de um bom leitor

Ler e escrever são tarefas complementares – e nunca será demais insistir sobre este ponto. Para escrever boa literatura, o aspirante a escritor deve conhecer a boa literatura. Ou seja: ler bons autores.
A pequena lista a seguir não pretende ser exaustiva, e está longe de representar um painel, mesmo modesto, da prosa brasileira de ficção. A idéia, aqui, é apenas sugerir algumas leituras clássicas para a formação essencial de um bom leitor. Esta é também, no fim das contas, a missão de quem ensina...

Alguns dos livros citados contam com diferentes edições no mercado, enquanto outros (mais raros ou já esgotados) vão exigir do leitor uma busca pelos sebos e livrarias de sua cidade. A falta de referências catalográficas (edição, etc.) é proposital: vai tornar a procura um pouco mais emocionante. Afinal, para o aprendiz da arte da escrita, a caçada ao tesouro dos bons livros é o primeiro passo dessa grande aventura.



Machado de Assis

• Várias histórias, contos.

• Relíquias de casa velha, contos e ensaios.

• Dom Casmurro, romance.

• Memórias póstumas de Brás Cubas, romance.

• Quincas Borba, romance.

• Esaú e Jacó, romance.

• Memorial de Aires, romance.



José de Alencar

• Senhora, romance.

• O guarani, romance.

• Iracema, romance.

• As minas de prata, romance histórico.



Aluísio Azevedo

• Casa de pensão, romance.

• O cortiço, romance.



Manoel Antonio de Almeida

• Memórias de um sargento de milícias, romance.



Graciliano Ramos

• Vidas Secas, romance.

• Angústia, romance.

• São Bernardo, romance.

• Viventes das Alagoas, crônicas.



José Lins do Rego

• Menino de Engenho, romance.

• Fogo morto, romance.

• Eurídice, romance.



Érico Veríssimo

• O tempo e o vento ( três volumes), romance.

• O resto é silêncio, romance.

• Noite, romance.

• O Senhor Embaixador, romance.



Osman Lins

• Nove, Novena, contos.

• Avalovara, romance.

• O fiel e a pedra, romance.



Clarice Lispector

• Laços de família, contos.

• A legião estrangeira, contos.

• A maçã no escuro, romance.

• A paixão segundo G.H., romance.

• A hora da estrela, romance.



Guimarães Rosa

• Grande sertão: veredas, romance

• Primeiras estórias, contos.



Rubem Fonseca

• A coleira do cão, contos.

• Os prisioneiros, contos.

• O cobrador, contos.

• Agosto, romance.



Dalton Trevisan

• Cemitério de elefantes, contos.

• O vampiro de Curitiba, contos.



Rubem Braga

• O homem rouco, crônicas.

• Ai de ti, Copacabana, crônicas.

• O conde e o passarinho, crônicas.



Fernando Sabino

• O encontro marcado, romance.

• O homem nu, crônicas.

• A mulher do vizinho, crônicas.



Marques Rebelo

• O espelho partido, romance.

• O trapicheiro

• A mudança

• A guerra está em nós

• A estrela sobe, romance.



José J. Veiga

• A hora dos ruminantes, romance.

• Os cavalinhos de Platiplanto, contos.



José Cândido de Carvalho

• O coronel e o lobisomem, romance.



Fonte: http://literal.terra.com.br/

6 comentários:

Déia disse...

Ler, descobrir, aprender... fundamental para nossa vida!

bj

O Profeta disse...

Sacudi a cabeça
Abri os braços e dançou o amor
Com passos hesitantes
Lá partiu uma ultima dor

Escondida estava
No lado esquerdo do sentir
Uma leveza invadiu-me o corpo
Voei na certeza entre a chegada e o partir


Doce beijo

Déia disse...

Bom fds

bj

tossan disse...

Não tenho a pretensão de escrever como um escritor, mas deixar de ler nunca. Adorei o texto! Beijo moça bonita e talentosa.

aluisio martins disse...

há pelo menos cinco que não li. Valeu a dica. Na proxima visita aos sebos ou livrarias já terei lista boa para crescer...
abs
parabéns pelo espaço

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

A.prece.ando-te aqui... ;)